5 razões pelas quais a pólio pode ser erradicada

Sabemos que podemos, e conseguiremos, erradicar a poliomielite.  Mas porque temos tanta certeza disto?  Até hoje, somente uma doença humana foi erradicada: a varíola.  A certeza de que uma doença pode ser erradicada torna a pólio uma boa candidata para ser a segunda enfermidade a sumir da face da Terra.

O vírus da pólio causa infecções agudas, mas não persistentes
O vírus causa infecções agudas que não duram muito, o que significa que uma pessoa infectada pela poliomielite só pode transmitir o vírus por um período de tempo limitado.  Nunca foi documentada uma infecção prolongada causada pelo vírus selvagem e, na maioria dos casos, as pessoas infectadas só podem transmitir o vírus pelo período de uma a duas semanas.

O vírus é transmitido somente por meio de pessoas infectadas ou de seus excrementos
Algumas doenças podem ser transmitidas de diversas maneiras, o que as torna praticamente impossíveis de serem erradicadas.  Porém, o vírus da poliomielite é notório por ser transmitido apenas de uma forma: por meio de dejetos humanos.  Erradicar a poliomielite não é tarefa fácil, mas a forma como ela é transmitida facilita o seu combate e futura eliminação.

A sobrevivência do vírus no meio ambiente é finita
Das três cepas de vírus da pólio existentes até pouco tempo atrás, só resta uma que continua vitimando os humanos.  O vírus selvagem não sobrevive por um longo período fora do corpo humano, e acaba morrendo se não encontrar alguém desprotegido pela vacina.  A vida do vírus varia de acordo com a temperatura, e seu poder de infecção diminui com o passar do tempo.  É por isso que temos de manter todas as crianças imunizadas, para que o vírus não encontre nenhum ser humano para se hospedar.

O ser humano é o único hospedeiro 
Centenas de doenças podem ser passadas por meio de insetos, animais e humanos.  Uma das coisas que faz com que a pólio possa ser eliminada é o fato dos seres humanos serem o seu único hospedeiro.  Até agora, por mais que se procure, não foi encontrado nenhum vírus da pólio que exista e se espalhe entre os animais.

A vacina antipólio interrompe a transmissão do vírus
Não só existem duas vacinas seguras e eficazes contra a poliomielite, como também a vacinação contra a pólio gera imunidade de rebanho, o que aumenta a porcentagem da população imune à doença. 

Campanhas em massa com a vacina oral, onde todas as crianças de uma área geográfica específica são imunizadas simultaneamente, interrompem a circulação do vírus selvagem da pólio e aumentam a imunidade da população ao ponto de não ser possível ocorrer a transmissão da doença. 

Uma maneira adicional de erradicar a pólio é por meio da eliminação da doença em quase todos os países, mesmo numa nação como a Índia, que em 2009 registrava 60% dos casos mundiais da doença. Há apenas dois países que continuam reportando a transmissão ininterrupta do vírus selvagem da pólio, e temos as ferramentas e o conhecimento científico para eliminar a pólio nestes dois países. Visite-nos no Facebook para saber mais sobre como o Rotary está trabalhando com nossos parceiros para eliminar a pólio. #endpolio

Faça uma doação para a campanha Elimine a Pólio Agora

«nenhum»

Você tem uma história sobre a pólio?
Compartilhe sua história
Vanessa Glavinskas | set. 23, 2019